Tecnologia Social da Memória

Ano: 2005

Baixe a publicação – (PDF) 1,44MB

Em 2008, a Fundação Banco do Brasil e a Abravídeo, tendo como executor o Museu da Pessoa, iniciaram uma ação de cooperação, voltada à aplicação, avaliação e atualização editorial da Tecnologia Social da Memória. Essa iniciativa se desenvolveu no âmbito de um projeto de pesquisa e da publicação de um livro sobre a luta da autonomia política do Distrito Federal.

A ação se realizou em um programa de formação de 60 horas e contou com a fundamental colaboração de sindicatos, organizações e movimentos sociais do Distrito Federal, de Brasília e das cidades-satélites. Profissionais do Museu da Pessoa conduziram a formação de representantes dessas organizações para que, ao mesmo tempo em que se tornassem aptos a aplicar a tecnologia em sua comunidade.

A publicação concentra e sintetiza o trabalho de desenvolvimento dessa tecnologia, de 2005 a 2009. Ela está organizada em cinco capítulos: “Do que estamos falando”, “Ideias viram projetos”, “Construir histórias”, “Organizar histórias” e “Socializar histórias”. Em cada um deles, apresentamos conceitos e propomos atividades práticas para que um projeto de memória seja realizado conforme as necessidades de cada grupo.”.