Sebastião de Oliveira Paes

  • Masculino
  • Brasil / São Paulo / São Paulo
  • Brasil / Alagoas / Viçosa

sobre

Sebastião foi criado por sua avó em Viçosa, Alagoas, até os 8 anos de idade, quando ela precisa fazer um tratamento em São Paulo e vem a falecer. Sem notícias do estado de sua mãe, como a chamava, decide partir sozinho para o mundo, pedindo carona e andando até Maceió. Lá, encontra a chance de sua vida ao ajudar um senhor a trocar o pneu de seu carro, mais tarde o encontraria novamente e este lhe deu a oportunidade de trabalhar em uma fábrica de adubo, fazendo serviços gerais e depois conferindo as cargas de caminhões. Sebastião o acompanhou até o fim da vida, trabalhando e viajando pela América do Sul, depois vem à São Paulo tentar a vida. Trabalhou como ajudante geral, auxiliar de padeiro e depois se tornou padeiro e confeiteiro, passando por supermercados e padarias. Um dos primeiros moradores da Vila Albertina, descobriu a Fundação Gol de Letra quando ela estava se instalando e decidiu trabalhar como voluntário. Hoje, Sebastião é porteiro da Fundação, conhece e reconhece todo o trabalho que foi feito por ali, crendo no papel transformador do projeto em relação à juventude, onde vê em muitos jovens um espelho das situações pelas quais viveu e se orgulha de ajudar a construir uma história diferente para cada pessoa da comunidade.

Ano 1973

Amigos de Oliveira

data (ou período): Ano 1973 Imagem de:Sebastião de Oliveira Paes

Ano 2009

Making of

data (ou período): Ano 2009 Imagem de:Sebastião de Oliveira Paes

fechar