resumo

Apesar da história cheia de percalços, a paulistana Jacy Orminda consegue transformá-la em uma novela alegre e emocionante. Nascida na Mooca, em 1943, ela começa pelo capítulo das perdas, ao se lembrar da separação dos pais, quando tinha 15 anos, e da inesperada morte do marido, depois de dois filhos e duas décadas juntos. Em seguida, Jacy parte para a temporada em que, sozinha, teve de se virar vendendo bolos até se estabelecer como funcionária da extinta loja de departamentos Sears. Chega, então, a um novo ponto de virada: o encontro com o segundo companheiro, por meio de um anúncio de jornal, e as novas relações com netos e enteados. Um dos personagens, no entanto, se mantém em todo o enredo. Júlia, a vizinha de quando vivia na Mooca, tornou-se tão próxima dela que, em certo momento, foi preciso fazer um buraco no muro para encurtar distâncias. Ao que parece, é assim mesmo que Jacy gosta de viver: abrindo "janelas" para compartilhar suas histórias.

história

Meu nome é Jacy Orminda Buttignon de Noce, eu nasci em São Paulo, na capital, no dia 14 de outubro de 1943, numa quarta-feira, às 15 e 20 da tarde, segundo me foi contado, né? Eu nasci e fui criada na Mooca. Eu só vim para o Alto do Ipiranga no meu segundo casamento. Então, a minha vida toda ...Continuar leitura



fechar

Minha mãe

Fotografia da mãe de Jacy, Geni Azevedo Buttignon. "Esta foi minha querida mãe! Inesquecível!"

crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Família(s)

Da esquerda para a direita: Lucy, amiga e vizinha, Julinha, amiga de infância (em pé) e Maria Tela, filha.

crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Minhas amadas netas

Jacy com os netos. Da direita para a esquerda: Leila, Sylvia, Lea, Bruno e Mariana. "Minhas amadas netas".

crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Sol e Maria

Sol e Maria, tios de Jacy. "Estes são meus únicos tios vivos! Sol e Maria, ela foi uma irmã de minha mãe! É por eles que nossa família (primos e filhos) permanece unida."

crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Retrato a lápis

Jacy segura um retrato de si feito a lápis. Da esquerda para a direita: Jacy, sua amiga Íris, Claudia, filha de Íris (que fez o retrato) e ao fundo, seu marido André.

crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Primeira comunhão

Jacy em sua primeira comunhão na Igreja de São Januário, em 26/10/1952.

período: Ano 1952
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Comendo bolo

Retrato de Jacy em frente a um prato de bolo.

crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

história na íntegra


opções da página