resumo

Em sua entrevista, Otunba explica suas raízes nobres da Nigéria e fala sobre como é ser um príncipe em sua região. Em seguida, conta a história de sua formação em Bioquímica e seu alistamento no exército nigeriano, que lhe abriu portas para trabalhar em hospitais e conhecer a USP, que lhe concedeu uma bolsa de mestrado em 1992. Adiante, fala de sua adaptação no Brasil e o sentimento de necessidade de trazer um pouco da África para cá, ensinando sua cultura e sua língua para os brasileiros, povo afrodescendente - por isso, Otunba cria o Centro Cultural Africano em 1999. Seu depoimento termina com a história de seu casamento e seus sonhos para o futuro.

história

Yorubá fez grande parte da Nigéria, que, aliás, você pode ver a Nigéria como um país que multi-linguagem, que você pode ver três línguas principais: que é o Yorubá, que é o povo do Oeste, Oeste-sul, e Ibo, povo do Leste da Nigéria, e Alsa, povo do Norte da Nigéria. As três línguas s...Continuar leitura

história na íntegra


opções da página