resumo

Roberto da Silva, conhecido como Robertinho Silva, nasceu no Realengo em 1941. Encantou-se por percussão quando era criança e tornou-se o primeiro músico da família. Nesta entrevista, relembra sua participação no grupo Som Imaginário nos anos 70 e a grande influência da música mineira em sua vida.

imagens (9)

get_date(); ?>

Do Brasil para o mundo

data (ou período): Ano 1980 Imagem de:Robertinho da Silva

get_date(); ?>

Três é demais

data (ou período): Ano 1972 Imagem de:Robertinho da Silva

get_date(); ?>

Solo

data (ou período): Ano 1986 Imagem de:Robertinho da Silva

get_date(); ?>

Entre um trago e uma música

data (ou período): Ano 1981 Imagem de:Robertinho da Silva

get_date(); ?>

Gravação do disco de Milton Nascimento

data (ou período): Ano 1976 Imagem de:Robertinho da Silva

get_date(); ?>

Dupla dinâmica

Imagem de:Robertinho da Silva

get_date(); ?>

A nata

Imagem de:Robertinho da Silva

get_date(); ?>

Som Imaginário

data (ou período): Ano 1972 Imagem de:Robertinho da Silva

fechar

Do Brasil para o mundo

Milton e o Som Imaginário na França, em sua primeira turnê internacional. Embaixo: Sosóca e Luiz Alves. Em pé: Robertinho Silva, Fernando Brant, Aleuda, Toninho Horta, Wagner Tiso e Milton.

período: Ano 1980
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
imagem de: Robertinho da Silva
crédito: Acervo pessoal
tipo: Fotografia

Três é demais

O sambista João Nogueira, Milton Nascimento e Robertinho Silva.

período: Ano 1972
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
imagem de: Robertinho da Silva
crédito: Paulo Ricardo
tipo: Fotografia

Solo

Após se destacar como o grupo “Som Imaginário”, Robertinho Silva apresentando-se em seu primeiro show solo.

período: Ano 1986
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
imagem de: Robertinho da Silva
crédito: Robertinho Silva
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Entre um trago e uma música

Robertinho Silva e Wagner Tiso fumando cigarros em um bar, durante o intervalo das gravações do disco solo de Robertinho.

período: Ano 1981
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
imagem de: Robertinho da Silva
crédito: Robertinho Silva
tipo: Fotografia

Gravação do disco de Milton Nascimento

Gravação do disco “Milton” de Milton Nascimento. Atrás: Ronaldo Bastos, Robertinho Silva, Flora Purim Milton Nascimento, Novelli e Laudir de Oliveira. À frente: técnico não identificado.

período: Ano 1976
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
imagem de: Robertinho da Silva
crédito: Acervo pessoal
tipo: Fotografia

Dupla dinâmica

Milton Nascimento e Robertinho reunidos nos estúdios da Odeon.

local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
imagem de: Robertinho da Silva
crédito: Paulo Ricardo
tipo: Fotografia

Os melhores do mundo

Robertinho Silva, Naná Vasconcelos, reconhecidos como os melhores percussionistas do mundo, e Milton Nascimento reunidos nos estúdios da Odeon.

local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
imagem de: Robertinho da Silva
crédito: Acervo pessoal
tipo: Fotografia

A nata

Robertinho Silva, Naná Vasconcelos, reconhecidos como os melhores percussionistas do mundo, e Milton Nascimento reunidos nos estúdios da Odeon.

local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
imagem de: Robertinho da Silva
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Som Imaginário

O Som Imaginário, grupo que já teve várias formações e surgiu como banda de apoio de Milton Nascimento, em show no Teatro Teresa Raquel: Wagner Tiso, Robertinho Silva, Luiz Alves e Nivaldo Ornelas. (esq/dir) Wagner Tiso, Robertinho Silva, Luiz Alves e Nivaldo Ornelas.

período: Ano 1972
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
imagem de: Robertinho da Silva
crédito: Robertinho Silva
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

história na íntegra


opções da página