resumo

Myriam, descendente de italianos, relata como foi viver no Brás desde a infância. Fala sobre as festas e costumes herdados por italianos e espanhóis e as transformações que ocorreram no bairro ao longo do tempo, conta como a instauração do Metrô e fábricas impactou a dinâmica do lugar e a vida dos antigos moradores.

imagens (3)

get_date(); ?>

Festa napolitana

data (ou período): Ano 1999 Imagem de:Myriam Andreozzi

get_date(); ?>

Trilha sonora

Imagem de:Myriam Andreozzi

get_date(); ?>

Brás desde sempre

Imagem de:Myriam Andreozzi

fechar

Festa napolitana

Procissão realizada pela Associação Maria Santíssima de Casaluce na rua Caetano Pinto, no Brás.

período: Ano 1999
local: Brasil / São Paulo / São Paulo
imagem de: Myriam Andreozzi
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Trilha sonora

Apresentação de jazz para acompanhar a exibição de um filme mudo no Theatro Olympia. O pai de Myriam, Alfredo Andreozzi (à esquerda), tocava contrabaixo na Jazz Orchestra, que era regida pelo maestro Ernesto Nutini.

local: Brasil / São Paulo / São Paulo
imagem de: Myriam Andreozzi
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Brás desde sempre

Avós de Myriam na porta da casa onde moravam, que ficava localizada na rua Campos Sáles, 206.

local: Brasil / São Paulo / São Paulo
imagem de: Myriam Andreozzi
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

história na íntegra


opções da página