resumo

Solange nasceu em uma família conturbada. Assim, tornou-se independente muito cedo, aos nove anos já trabalhava durante o dia e estudava durante a noite. A sua vida no bairro, marcada pelos "espetáculos" de seu pai, quando alcoolizado, torna-se uma vida bastante solitária. Relembra a construção da estação Brás do Metrô, que aconteceu em uma parte rua em que morava, como um acontecimento marcante: a obra trouxe ratos, pó e outras dificuldades para dentro de casa. Todavia, Solange buscou desde pequena apoio, indo à igreja sozinha, fazendo catequese e primeira comunhão. Na idade adulta, virou professora e começou a frequentar um centro espírita, no qual tornou-se dirigente de um curso para iniciantes. Seu grande sonho é conseguir se livrar das amarras que o trauma da doença do pai te deixou, e ser feliz.

fechar

Freira mirim

Primeira comunhão de Solange Tavares Policarpo, na Paróquia Bom Jesus do Brás.

crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Boneca

Retrato de Solange segurando uma boneca.

crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

história na íntegra


histórias que você pode se interessar

opções da página