resumo

Trabalhando na roça com os pais. Iniciando os estudos um pouco mais tarde. Gravidez inesperada e tentativa de esconder. Trançado de capim dourado e as mudanças no Jalapão. Mudança para Palmas e trabalho como doméstica. Trabalhando definitivamente como artesã e sendo reconhecida por seu trabalho. Evolução através de parcerias e novos conhecimentos. Companheiro e amor pelo filho.

imagens (3)

get_date(); ?>

Artesanato no Jalapão

data (ou período): Ano 1998 Imagem de:Durvalina Ribeiro de Souza

get_date(); ?>

Família de Durvalina

data (ou período): Ano 2010 Imagem de:Durvalina Ribeiro de Souza

fechar

Artesanato no Jalapão

Reportagem sobre o artesanato com capim-dourado derivado da região do Jalapão, retirada do Diário Tocantinense de 28 de fevereiro de 1998. Ela já tinha 12 anos de profissão nessa época. As fotos publicadas na matéria são por volta de 24 anos atrás, quando o filho dela tinha 10 meses. As peças mostradas são as que elas confeccionaram no início, como bolsas. De lá pra cá, elas desenvolveram bastante o design e a criação das peças. Ela guarda esse recorte de jornal para mostrar sua história às pessoas que vão ao seu ateliê. Ela vai morrer um dia, mas sua história não. Na pequena foto embaixo, à direita, está sua irmã caçula, Laudeci, ela e seu filho.

período: Ano 1998
local: Brasil / Tocantins / São Félix Do Tocantins
história: O ouro do Jalapão
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Documento

Capim-dourado nas passarelas

Reportagem intitulada “Luxo que vem da comunidade, fruto de batalha e orgulho regional” sobre a tradição tocantinense do artesanato com capim-dourado e babaçu, atingindo as passarelas dos desfiles de moda. Na direita, há uma foto de Durvalina e sua irmã caçula, Laudeci, no ateliê dela, com as peças amostradas no quadro negro.

local: Brasil / Tocantins / São Félix Do Tocantins
história: O ouro do Jalapão
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Documento

Família de Durvalina

Durvalina com seus pais, em frente a casa deles. Ela estava lá a passeio e no dia de ir embora, eles tiraram essa fotografia juntos. Seu pai, seu Jacó, era pequenininho, mas era um grande homem, de muita responsabilidade. Ele era muito querido pela comunidade e deixou muita saudade. Infelizmente, ele faleceu há muitos anos, mas sua mãe ainda mora na mesma casa. Da esquerda para a direita: Alzira (mãe), Durvalina e Jaconias (pai).

período: Ano 2010
local: Brasil / Tocantins / São Félix Do Tocantins
história: O ouro do Jalapão
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

história na íntegra


opções da página