resumo

Nesse depoimento, Ilson Carneiro, conhecido como Raílson, relembra a profecia de uma antropóloga de que ele se tornaria cacique, o que de fato aconteceu. Após uma infância que trabalhou como seringueiro acompanhando seu pai, quando detalha as longas jornadas que eram feitas a remo no rio do Acre, se transforma em cacique e passa a enfrentar caçadores ilegais, madeireiros e até traficantes, o que lhe rendeu até uma tentativa de homicídio. Conseguiu conquistar para seu povo o reconhecimento de sua existência, que havia sido considerado extinto, além de conquistas na educação e a decisão pela autodemarcação.

história

Eu tinha 2 anos de idade quando a antropóloga Devair, fez o primeiro levantamento da terra indígena Nukini, dos parentes lá, eu morava do outro lado do rio, eu tinha 2 aninhos de idade, quando a antropóloga foi lá e bateu uma foto minha, perguntou para meus pais se eu era indígena, eles falara...Continuar leitura



fechar

Retirada de olho de buriti para fazer saia de fibra de buriti

Railson, em direção ao Kupixawa, para bater os olhos de buriti para retirar a fibra e fazer as saias tradicionais do povo Nawa. Na foto, além de Railson, temos a criança Jailson, neto do cacique.

período: Ano 2020
local: Brasil / Acre / Igarapé Novo Recreio
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Saia de fibra de buriti

Railson, e seus netos após a retirada dos olhos de buriti para fazer, no dia seguinte, as saias tradicionais do povo Nawa. Na imagem, além de Railson, temos Stephania e Jefferson, ambos netos da liderança. Residência do Railson, no Cabeço (morro), na Aldeia Novo Recreio

período: Ano 2020
local: Brasil / Acre / Igarapé Novo Recreio
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Railson conduzindo o timão em direção à aldeia Novo Recreio

Railson usando máscara durante o período da pandemia da Covid-19, em direção à Aldeia Novo Recreio.

período: Ano 2020
local: Brasil / Acre / Igarapé Novo Recreio
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Railson e sobrinho com vestimentas tradicionais do povo Nawa

Railson e seu sobrinho, Jozianes (Txai), vestidos com chapéu de penas de arara e saia feitas da fibra de Tucum. Foto tirada na casa de Anália, irmã de Railson, dentro do Igarapé Novo Recreio

período: Ano 2020
local: Brasil / Acre / Igarapé Novo Recreio
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Railson usando chapéu tradicional

Railson vestido com chapéu de penas de arara. Casa de Anália, irmã de Railson, dentro do Igarapé Novo Recreio

período: Ano 2020
local: Brasil / Acre / Igarapé Novo Recreio
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

história na íntegra


histórias que você pode se interessar

23/11/2021

Tricolor hermano

Personagem: José PoyAutor: Museu da Pessoa

23/11/2021

Um menino muito esperto

Personagem: Miguel HerzogAutor: Museu da Pessoa

23/11/2021

Um pouquinho de mim!!!!

Personagem: Renata Martins de SouzaAutor: Renata Martins de Souza

23/11/2021

Eu tenho tanto pra te dizer, como é grande o meu amor por você...

Personagem: Flávia e AlexandreAutor: Flávia e Alexandre

opções da página