resumo

A entrevista de Alzira de Oliveira, foi gravada dia 18 de Outubro 2018, no CRAS-II-BETINHA, e faz parte do Projeto: "TODO LUGAR TEM UMA HISTÓRIA PRA CONTAR". O depoimento de Dona Alzira começa com sua infância. Conta que antigamente as bonecas eram de papelão e que ela e suas irmãs deram banho nelas. Por conta disso, Alzira ficou sem a sua boneca. Veio para a cidade com quatorze anos, e seu primeiro filho, foi um menino e faleceu quando criança, depois arrumou seis filhas, tem quinze netos, e seis bisnetos. Ainda com quatorze anos, desfilou pela primeira vez, no carnaval, em Santo Antonio da Platina, onde ganhou prêmios. Toda vida foi passista, pois, gosta de calça cumprida. Diz: “O carnaval é movimento, eu gosto, é divertido. Daqui uns dias acho que terei que parar, porque estou com a junta dura”.

história

Alzira de Oliveira, tem 72 anos, nasceu no dia 18 de Dezembro de 1945, nas Três Barras, em Santa Cruz do Rio Pardo-SP. Entrevistada conta sobre sua infância no sítio em que morava e sobre como superou tantos desafios em sua vida. "Nós trabalhava tudo na roça, até os nove anos fui na escola e d...Continuar leitura




histórias que você pode se interessar

opções da página