resumo

Sandra conta sobre sua infância em casa de família, no colégio interno que estudou e nos diferentes bairros pelos quais passou. Relata sobre a adolescência, sobre seu primeiro namoro, os preconceitos raciais que sofreu e de como foi acusada de roubo no primeiro emprego. Narra sua trajetória profissional nas creches e bibliotecas do Hospital de Infectologia e sobre a criação da Fundação Poder Jovem, onde fala sobre preconceito, a dificuldade dos jovens para aderir ao tratamento e que há 10 anos auxilia e estimula adolescentes através da arte. Sandra fala também sobre os principais conflitos que os jovens com HIV enfrentam. Conta ainda sobre as dificuldades e preconceitos que passou para manter existindo a Fundação e como ela encara a gratidão e as oportunidades que a vida oferece.

história

Sandra Conceição dos Santos nascida em 10 de agosto de 1968, paulistana e filha de baiana, Dona Felipa. Filha única e criada até os oito anos de idade na casa da família onde sua mãe trabalhava. Foi lá que Sandra aprendeu matemática e recebia incentivo para estudar, sempre gostou de cálculo...Continuar leitura




histórias que você pode se interessar

opções da página