resumo

De masculino, é só o nome porque César Santana é uma mulher batalhadora que fez de tudo para sobreviver. Aprendeu a ler. Não na escola, quando ia, já estava cansada das tarefas que tinha que realizar antes de chegar a hora de aprender, mas, sim, quando chegou a Brasília que precisava saber os ônibus para circular pela cidade e, agora, utiliza esses conhecimentos para ler a Bíblia. Com seus mais de 70 anos, com um casal de filhos e netos, ainda trabalha, fazendo bolos de domingo e pão de queijo que são feitos com muito amor e vendidos na sua porta, aos domingos.

história

Minha mãe, eu nem conheci. Meu pai eu conheci, que era Paulo Coelho, eles eram do Fundão, Fazenda Roça Fundão, naquele tempo era roça. Meu pai era carpinteiro, mexia com negócio de carro de boi, fazer roda, pôr aqueles pregos, banco, essas mesas, telhado. Agora, minha mãe eu não sei o que e...Continuar leitura



história na íntegra


histórias que você pode se interessar

opções da página