resumo

Raimundo Nonato Farias, conhecido como Curupira, relata em seu depoimento a infância vivida na cidade de São Bento, no Maranhão. Fala sobre as dificuldades dos pais para criar os oito filhos do casal. Recorda a viagem que fez a pé com dois primos entre o Maranhão e o Pará, aos 20 anos, dependendo da ajuda de desconhecidos. Lembra como era a cidade de Belém na década de 60 e como começou a trabalhar na região do Jari como vigia. Ajudando na igreja, viu a região se desenvolver.

história

Sou do dia 31 de agosto de 1940, eu nasci num lugarzinho chamado Cruzeiro, no município de São Bento. Ele fica entre São Bento e outra cidade que tem chamada Peri Mirim. É a estrada que vai daqui a Pará-Maranhão. O Cruzeiro é uma cidadezinha, ela fica na beira do campo. O campo geral n...Continuar leitura

história na íntegra


histórias que você pode se interessar

opções da página