resumo

A história de Suzana Pádua se mistura com a história do IPÊ - Intituto de Pesquisas Ecolôgicas. Depois de uma reviravolta em sua vida, tendo abandonado sua zona de conforto para acompanhar o marido em uma experiência de campo no mestrado em Biologia, Suzana, que sempre teve uma conexão forte com questões ambientais e a vida dos animais, apesar de ser filha de caçador, decidiu estudar educação ambiental.  Daí se envonveu com as comunidades do Pontal do Paranapanema e decidiu educar para a preservação daquele eco-sistema. O IPÊ veio depois, mas foi construído a partir de um grande e bonito trabalho. Essa é a história de Suzana e do Instituto de Pesquisas Ecológicas. 

história

Ironicamente, eu sou filha de caçador, papai foi o que eles chamam de big game hunter, aquele caçador que caçou mesmo. Ele foi à África duas vezes, foi à Índia, caçou uma cabra na Espanha que era dificílima, só o Franco dava licença... era realmente empenhado nisso, ia sempre ...Continuar leitura



fechar

No barco

Suzana dentro de barco, em Martins.

local: Brasil / Paraná / Guaraqueçaba
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Aula no Ipê

Suzana dando aula no IPÊ (Instituto de Pesquisas Ecológicas).

local: Brasil / Paraná / Guaraqueçaba
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Havaianas da IPÊ

Vendo as Havaianas da IPÊ (Instituto de Pesquisas Ecológicas) pela primeira vez. Com Paulo Lalli (na época, diretor das Havaianas), Guilherme Leal (Natura) e equipe do IPÊ.

local: Brasil / Paraná / Guaraqueçaba
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Produção de fantoches

Suzana com grupo de mulheres e produção de fantoches de papagaios, na Ilha de Superagui, em Guaraqueçaba (PR).

local: Brasil / Paraná / Guaraqueçaba
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

história na íntegra


histórias que você pode se interessar

opções da página