resumo

Quase todos só conhecem Maria Aparecida por Tia Cida, dona de uma história de resistência e crença na capacidade de mudança. Envolvida na luta por melhores condições de vida em São Mateus, bairro da Zona Leste de São Paulo, criou seus filhos sozinha depois do fim de seu casamento e concluiu o curso de Serviço Social, com a ajuda da comunidade com quem sempre trabalhou. A sua vida, repleta de histórias, foi movida pela crença na capacidade de promover a mudança. Mesmo se sentindo discriminada por ser pobre, negra e separada, não se deixou abater e teve uma vida plena de realizações.

história

Meu nome é Maria Aparecida da Silva Trajano. Nasci em São Paulo, em 26 de novembro de 1940. Minha mãe se casou aos 13 anos de idade, em Piracicaba, mas acabou fugindo para São Paulo onde trabalhou como doméstica. Arrumou um namorado e engravidou. Quando eu tinha oito dias de vida, ela começou ...Continuar leitura




histórias que você pode se interessar

opções da página