resumo

Adélia Lucia Borges cresceu inspirada a descobrir o mundo que havia por trás da serra, ir além da pequena cidade onde nasceu em Minas Gerais. Traz o relato de um patrimônio familiar que não se expressa por bens materiais, mas por lembranças de uma família muito especial e uma infância bem vivida. Recorda a figura do avô materno “quentando o fogo”, a indelével imagem do caipira acocorado, do avô paterno, criativo, que desenhava a própria roupa e dizia que nesta vida lhe bastava “uma morena e uma canoa”, a personalidade do pai, empreendedor, de bem com a vida, tocador de jazz nos anos 40, a mãe zelosa, além da influência dos irmãos. Conta sobre os desafios de viver a juventude em uma cidade cosmopolita durante os anos de chumbo, dando forma à trama de vivências que a levou a ser pioneira no design e trabalhar para democratizar os espaços culturais.

história

Nasci em Cássia, Minas Gerais, uma cidadezinha esquecida no sudoeste das Gerais, relativamente próximo a São Paulo. Cresci, no entanto, em Ribeirão Preto, o que fez toda a diferença. Fui a última da prole, substituindo um irmãozinho que aqui permaneceu por um dia apenas. Assim, cheguei, como ...Continuar leitura



história na íntegra


histórias que você pode se interessar

opções da página