Vidas Negras

Compartilhar:

Início: 2020
Fim: 2021

Entre setembro de 2020 e janeiro de 2021, o Museu da Pessoa dedicou sua programação às Vidas Negras. Um olhar sobre o acervo do Museu da Pessoa que traz cenas do cotidiano de famílias negras do Brasil nos séculos XX e XXI. Este acervo, composto por cerca de 18 mil histórias de vida e cerca de 60 mil fotos e documentos registrados ao longo dos últimos quase 30 anos inclui relatos de pessoas negras de todo Brasil.

Histórias de vida e fotografias e documentos guardados por cada um como parte de seu patrimônio pessoal e familiar. As histórias de vida assim como as fotografias e documentos revelam culturas, tradições, conflitos familiares, exclusões sociais, racismos, dores e amores. Revelam também as relações cotidianas que fazem parte da vida de cada pessoa.

Dedicado a registrar, preservar e disseminar histórias de vida de toda e qualquer pessoa, o Museu da Pessoa contribui com a justiça social por meio da transformação da história de cada pessoa em patrimônio de toda humanidade. As vidas negras são patrimônio fundante do Brasil e trazê-las à luz neste momento do país é atuar para que este valor – histórico e humano – seja reconhecido. A programação foi composta por diferentes atividades que incluíram: Programa Conte Sua História, exposição virtual, mostra audiovisual (Entre)vivências Negras, ação educativa, podcast e saraus.

Confira a exposição