Rotas do Vale: memórias do comércio do Vale do Paraíba

Compartilhar:

Ano: 2004

Baixe a publicação – (PDF) 31 MB

Narrar a história do comércio é falar de relações humanas. É contar a trajetória de uma das mais antigas atividades sociais, não apenas por meio do desenvolvimento econômico ou de técnicas, mas também através das afinidades entre comerciantes e clientes. Das cadernetas aos pagamentos eletrônicos, encontramos histórias de amizade, compreensão, iniciativas, dificuldades e vitórias que traduzem a magia dos balcões simples ou sofisticados presentes em nosso cotidiano e em nosso imaginário.

Rotas do Vale é um componente do projeto Memórias do Comércio, iniciativa do Sesc São Paulo executada pelo Museu da Pessoa. Marca os dez anos dos primeiros produtos lançados: Memórias do Comércio da Cidade de São Paulo, seguindo para Araraquara e São Carlos e Baixada Santista.

Optamos por contar a história do comércio e das cidades do Vale do Paraíba a partir de sua marca mais característica: seu papel de interligação entre as duas mais importantes capitais brasileiras. Importante eixo de desenvolvimento entre São Paulo e Rio de Janeiro, desde os tempos coloniais, o Vale configurou-se como rota fundamental na abertura de caminhos para circulação de mercadorias: primeiro no lombo das mulas, depois nos trilhos das ferrovias, e finalmente no asfalto das autoestradas. Na abertura de cada capítulo, pode-se acompanhar a sedimentação dessas rotas comerciais por meio de mapas históricos do Vale.

Assim, o projeto resultou em um livro, um site e um documentário, que enfocam as três rotas pelas quais chegavam e saíam as mercadorias do Vale: Tropeiros, Ferrovias e Rodovias. A pesquisa incluiu as 34 cidades da região, com destaque para aquelas que representam de forma mais significativa a evolução histórica do comércio no Vale. O mapeamento para as entrevistas de história de vida enriqueceu os dados oficiais contidos nos livros de história. Vinte e cinco personagens nos cederam seus depoimentos e contribuíram para divulgar o vigor das memórias do comércio nessa região do Estado de São Paulo.

O livro tem como base a edição dos depoimentos, contextualizados por textos histórico-informativos. Os capítulos não seguem uma estrutura cronológica quanto às entrevistas, mas buscam refletir o cruzamento de trajetórias pessoais com o desenvolvimento do comércio em cada cidade destacada. As imagens vieram da pesquisa em arquivos públicos e dos acervos pessoais dos entrevistados, que contribuíram com coleções preciosas de fotografias e documentos. Para traçar visualmente o Vale hoje foi realizado um ensaio fotográfico que percorreu as cidades de origem de cada depoente.

Ao final do livro, o leitor poderá acompanhar a trajetória do Vale do Paraíba por meio de uma linha do tempo formatada não apenas a partir de eventos, mas complementada por dados contextualizadores de cada período de evolução histórica da região. Nossa preocupação é sempre a de compor um painel histórico multifacetado, com base na experiência de vida dos personagens que, anônimos ou não, deixam suas marcas na trajetória das cidades por onde passam. Resgatar a memória desses personagens é revelar uma diversidade cultural que concentra, no Vale do Paraíba, cinco séculos da história do comércio paulista.

Conheça o projeto