Memórias do Comércio: Guia de Acervo

Compartilhar:

Ano: 2012

Baixe a publicação – (PDF) 11 MB

Entender a trajetória do Projeto Memórias do Comércio na Capital e seus módulos no interior e litoral do Estado de São Paulo é olhar para a própria trajetória da parceria entre o Sesc de São Paulo e o Museu da Pessoa. A parceria entre o Sesc de São Paulo e o Museu da Pessoa teve início em 1994, quando a capital do Estado foi escolhida para a primeira etapa. Nessa época, em São Paulo, as transformações urbanas aceleravam-se em função do reaquecimento da economia com a estabilização da moeda após o Plano Real, do ressurgimento das vendas por catálogos e da aparição de uma nova modalidade de atuação: o comércio virtual, praticado através de comerciais veiculados na televisão.

Nessa época, um levantamento bibliográfico em diversos acervos demonstrou que eram raros os estudos sobre o comércio urbano. A maior parte dessas análises– extremamente importantes − tinham o café e a cana-de-açúcar como temas preferenciais. Situação que hoje se mostra bem diferente pelo fato de termos várias publicações de historiadores, antropólogos, arquitetos e economistas que analisam o comércio de São Paulo entre o período de 1900 a1930. Assim, em 1994, iniciou-se o processo de constituição desse rico acervo de histórias de vida de comerciantes e comerciários, de várias regiões do Estado de São Paulo, que hoje consideramos uma preciosa fonte de consulta.

Esta coleção foi formada a partir de alguns parâmetros de pesquisa. Dois desses parâmetros permeiam todo o trabalho de localização dos entrevistados: ramo de atividade e modalidade de comércio. Os ramos de atividade traduzem o produto que é comercializado. São divididos por inúmeras categorias, sendo as mais comuns no projeto: calçados, vestuário, joias, cama, mesa e banho, alimentos e bebidas, hortifrutigranjeiros, papelaria, jornais e revistas, esquadrias e material de construção, metais não ferrosos e ferramentas. Enfim, um mundo de produtos que vem da indústria e é o comércio que se encarrega de levar esses produtos ao consumidor. Mas como se dá essa venda? Como o produto chega ao consumidor? É através da categoria chamada de modalidade de comércio, a qual corresponde à loja de rua, franquia, supermercado, loja em rede, atacado e varejo, loja de departamento, box em mercado, chegando aos dias de hoje ao comércio virtual.

Conheça o projeto