Lages – Memórias da Princesa da Serra

Compartilhar:

Ano: 2019

Baixe a publicação – (PDF)4MB

A história de Lages é antiga e conhecida – da abertura da velha picada do Araranguá, com suas histórias de tropeiros, até as passagens da participação da municipalidade em marcos como a Revolução Farroupilha ou a Guerra do Contestado. Tornou-se uma potência econômica por meio da criação de gado, suas madeireiras e lavoura, sen – do hoje uma das cidades mais importantes de Santa Catarina.

Mas a “Princesa da Serra” esconde outras narrativas entre suas araucárias e arenitos. Nela encontram-se lendas que cruzam a cidade junto com o Rio Carahá, ainda assustador em dias de chuva forte, e muitas histórias e memórias das pessoas que viveram ou vivem a carência e a grandeza dessa cidade, no trabalho, na resiliência, nas alegrias e tristezas do dia a dia. Memórias da Princesa da Serra reúne cerca de 40 pequenos causos da coletividade lageana, narrativas tiradas das entrevistas de histórias de vida de moradores, que gentilmente participaram do projeto Memória Local na Escola dando seus depoimentos aos alunos da rede municipal de ensino.

As histórias registradas e produzidas pelos estudantes trazem informações sobre a micro-história de Lages, contam sobre uma cidade que não existe mais, bairros que cresceram, tradições que mudaram, assim como problematizam temas extremamente atuais – isso sempre pela perspectiva de seus moradores. Esta ação faz parte do Plano Anual de Atividades do Museu da Pessoa de 2019 (Pronac 18.3727) realizado pelo Ministério da Cidadania, Secretaria Especial da Cultura e pelo Instituto Museu da Pessoa através do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), em parceria com o Instituto Avisa Lá e com o patrocínio da KLABIN. Antes de iniciar a leitura, fica registrado o agradecimento a todos os participantes do projeto, aos alunos, professores, técnicos, entrevistados e aos parceiros que viabilizaram esta jornada. Boa leitura!

Conheça o projeto