Juiz de Fora – A Cidade e suas Histórias

Compartilhar:

Ano: 2008

Baixe a publicação – (PDF) 13MB

A publicação Juiz de Fora: a Cidade e Suas Histórias reúne as lembranças contadas pelos moradores nas entrevistas feitas pelas crianças e por seus professores durante a construção da memória coletiva do lugar. O Programa Memória Local na Escola tem como objetivo valorizar a história de vida das pessoas da comunidade.

Desde 2005, a partir do projeto piloto em São Miguel, em parceria com o Grupo Votorantim e com o apoio do Instituto Votorantim e dos Comitês Locais Votorantim de Itapeva (SP), do bairro de São Miguel (SP) e de Juiz de Fora (MG), o programa tem registrado as histórias dessas comunidades em parceria com escolas públicas e organizações sociais.

Durante dois anos de trabalho, foram realizados, em cada cidade, encontros mensais com alunos de escolas de ensino fundamental, de 1ª a 4ª séries, e com participantes dos núcleos socioeducativos. Eles entrevistaram 148 moradores, registraram e socializaram suas histórias, com desenhos, fotos e textos coletivos inseridos no Portal Museu da Pessoa.

A partir da metodologia da memória oral, o Instituto Avisa Lá e o Museu da Pessoa formaram 77 coordenadores pedagógicos e 235 professores de 81 escolas municipais (rurais e urbanas) e de 11 núcleos socioeducativos para trabalharem com seus 4.980 alunos e, juntos, socializarem o que aprenderam sobre a comunidade da qual fazem parte. Sobretudo a participação dos 15 técnicos das secretarias envolvidas foi fundamental na contribuição para a política pública de suas cidades e para o estreitamento das relações com seus educadores.

A cada relato são revelados diferentes momentos históricos da cidade e lugares que se tornam familiares para quem lê e ouve as histórias coletadas. Onde nascemos, as cidades em que vivemos e as cidades que nos acolhem são espaços que se transformam com o tempo e se reconstroem em nossas memórias.

Nesta segunda publicação do Memória Local na Escola Votorantim, a cidade de Juiz de Fora se revela nas palavras de seus moradores, dos educadores, dos alunos e dos memorialistas juiz-foranos Pedro Nava e Murilo Mendes.

Conheça o projeto