23/11/2021

Sempre deixamos algo de nós

Personagem: Irene PellenzAutor: Museu da Pessoa

fechar

Encerramento do Evento: Semana dos Avós

Encerramento da Semana dos Avós, promovida pela Universidade da Maturidade do campus de Palmas-TO.

período: Ano 2016
local: Brasil / Universidade Da Maturidade-uft-palmas.to
crédito: UMA
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Reunião de família

Última reunião de toda a família, em 1987, na Fazenda Santa Luzia. Da esquerda para a direita: Joaquim, Ludvina, Terezinha, Mateus, Cecília, Madalena, Laura, Ermelinda, Nilza, Irene e seus pais, Oscar e Ágata.

período: Ano 1987
local: Brasil / Bahia / Luís Eduardo Magalhães
imagem de: Irene Pellenz
crédito: acervo pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Gratidão

Irene e Aristeu Pellenz com seus filhos Alexandro, Sidney e Lia Fernanda, nas bodas de ouro dos sogros de Irene.

local: Paraguai
imagem de: Irene Pellenz
crédito: acervo pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Religiosidade

Primeiro culto religioso realizado na comunidade de Bela Vista, em 1982.

período: 08/03/1982
local: Brasil / Bahia / Luís Eduardo Magalhães
imagem de: Irene Pellenz
crédito: acervo pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Juramento

Celma, em foto do juramento na formatura do curso de Pedagogia.

período: Ano 2006
local: Brasil / Bahia / Luís Eduardo Magalhães
história: Poesia da saudade
crédito: acervo pessoal
tipo: Fotografia

Recomeço profissional

Celma, no início de uma nova etapa profissional.

período: Ano 2007
local: Brasil / Bahia / Luís Eduardo Magalhães
história: Poesia da saudade
crédito: acervo pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Perspectiva de uma nova vida

Foto de Celma e sua família, tirada no dia de sua formatura. Ela comenta que foi um momento importante para ressaltar a importância dos estudos para os filhos.

período: Ano 2006
local: Brasil / Bahia / Luís Eduardo Magalhães
história: Poesia da saudade
crédito: acervo pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

São João

Seu Sebastião e família fizeram uma festa de São João na casa da filha caçula. Se reuniram só os filhos e os netos no quintal. Fizeram uma festa com churrasquinho e salgadinho, e tocaram até 1 ou 2 horas da manhã, e depois todo mundo foi pra sua casa.

período: Ano 2022
local: Brasil / Mato Grosso Do Sul / Corumbá
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Parentes homens

Os homens da família de Seu Sebastião: primos, irmãos, sobrinhos e netos. Os netos são o menino e a criança no colo dele. Os de camisa preta e amarela, ao lado dos netos, são sobrinhos dele, filhos da irmã dele.

período: Ano 2019
local: Brasil / Mato Grosso Do Sul / Corumbá
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Reunião da irmandade

Grupo composto por irmãos, cunhados e noras. Os parentes estão espalhados por aí, então gostam de se reunir no fim de ano.

período: Ano 2019
local: Brasil / Mato Grosso Do Sul / Corumbá
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Família

Seu Sebastião, sua esposa, seu único filho e as quatro filhas. Duas de suas filhas, Andrea e Andreza, são gêmeas (atrás, em pé). Ele e o filho fazem aniversário quase juntos. No dia 20 de dezembro é aniversário de casamento, no dia 21 é aniversário dele e no dia 23 é aniversário do filho.

período: Ano 2018
local: Brasil / Mato Grosso Do Sul / Corumbá
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Miniaturas

Mini violas de cocho, feitas para decoração. Seu Sebastião cria miniaturas da viola de cocho e com elas faz porta lápis, chaveiros e brincos.

local: Brasil / Mato Grosso Do Sul / Corumbá
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Cravando a viola

Uma viola de cocho durante seu processo de produção. Seu Sebastião cava a madeira e tira todo o resíduo interno. Diferente do violão, a viola de cocho não é montada, é um pedaço grosso de madeira que é cavado.

local: Brasil / Mato Grosso Do Sul / Corumbá
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Memória

Salinha na casa de Seu Sebastião onde ele guarda suas violas de cocho e objetos importantes para ele. Seu objetivo é criar um espaço da memória dele dentro de casa e no futuro abrir um museu.

local: Brasil / Mato Grosso Do Sul / Corumbá
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Oficina

Seu Sebastião construindo uma viola de cocho em sua oficina que fica no quintal da sua casa. Essa oficina, ele montou através de um edital da Funarte em 2019. Ele aproveitou o espaço de 40 metros que tinha no quintal. Muitas pessoas lhe visitam para conhecer sua oficina e adquirir suas violas. Até estrangeiros e musicistas já se hospedaram em sua casa.

período: Ano 2022
local: Brasil / Mato Grosso Do Sul / Corumbá
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Andador de São João

Esse andador da imagem foi feito em madeira e cravejado com parafusinhos de fenda, para não ter perigo de desmontar caso molhe. Seu Sebastião faz andadores para as festas de São João. Esse ano ele fez no total de 8 andadores, nos quais 2 ganharam um concurso dos melhores andadores. Há muitos concursos desse tipo na região. De acordo com ele, no dia da festa os encarregados levam o andor contendo a figura de São João para dar banho nele dentro do rio.

período: Ano 2022
local: Brasil / Mato Grosso Do Sul / Corumbá
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia