23/11/2021

A poesia como militância

Personagem: Sergio VazAutor: Museu da Pessoa

23/11/2021

Inspetor exemplar

Personagem: José Duda CostaAutor: Museu da Pessoa

fechar

Foto da família perfeita

Foto da família, tirada na casa de uma filha. Arno comentou que todos são boas pessoas, por isso são uma família perfeita.

período: Ano 2015
local: Brasil
crédito: acervo pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Sr. Duda e os colegas da Internacional

Apesar de ser norma da empresa não poder tirar fotos, Sr. Duda queria ter um registro dos colegas.

período: Ano 1958
local: Brasil / São Paulo / Santo André
imagem de: José Duda Costa
história: Inspetor exemplar
tipo: Fotografia

Trabalho na oficina

Sr. Duda e turma da oficina do Sr. Abelardo. O carro ia ser consertado.

período: Ano 1947
local: Brasil / Pernambuco / Garanhuns
imagem de: José Duda Costa
história: Inspetor exemplar
tipo: Fotografia

Passe livre nos ônibus

Carteira que a Empresa Auto Ônibus Santo André S.A. entregava para seus funcionários. Esta carteira servia como passagem livre nos ônibus de Santo André por um ano.

período: Ano 1949
local: Brasil / São Paulo / Santo André
imagem de: José Duda Costa
história: Inspetor exemplar
tipo: Documento

Primeiro emgrego

Carteira de sócio do sindicato. Quando iniciava-se um trabalho como metalúrgico, associava-se ao sindicato.

período: Ano 1962
local: Brasil / São Paulo / São Bernardo Do Campo
imagem de: José Duda Costa
história: Inspetor exemplar
tipo: Documento

Segunda Carteira Profissional

Retirou a segunda carteira de trabalho porque queria mudar de emprego e o antigo empregador segurou a carteira.

período: Ano 1954
local: Brasil / São Paulo / São Paulo
imagem de: José Duda Costa
história: Inspetor exemplar
tipo: Documento

Primos

Marcia e seu primo Ronaldo, na casa das tias. As tias eram duas irmãs solteiras e mais um irmão, então tinham muitos amigos e possuíam uma casa super divertida.

local: Brasil / Rio Grande Do Sul / Pelotas
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Formatura

Retrato de Marcia durante sua formatura da faculdade de Arquitetura e Urbanismo, na Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Ela tinha 25 anos de idade.

período: Ano 1984
local: Brasil / Rio Grande Do Sul / Pelotas
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Casal

Marcia e Hamilton, seu marido, na casa deles. São companheiros há 27 anos em 2022.

período: Década 2010
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Almofadas bordadas

Almofadas bordadas a mão por Marcia. Os bordados são de pássaros da Costa Doce, que fazem parte da fauna do Pampa. Os pássaros que estão bordados são o pica-pau, o cardeal, o quero-quero e o martim pescador.

local: Brasil / Rio Grande Do Sul / Pelotas
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Almofadas bordadas

Almofadas bordadas a mão por Marcia. Os bordados são de pássaros da Costa Doce, que fazem parte da fauna do Pampa. Os pássaros que estão bordados são o pica-pau, o cardeal, o quero-quero e o martim pescador.

local: Brasil / Rio Grande Do Sul / Pelotas
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Lua de mel dos pais

Os pais de Marcia, Hamilton e Lígia, durante sua lua de mel em Porto Alegre (RS). Eles eram primos-irmãos e foram casados por quase 30 anos. Infelizmente o pai morreu cedo, aos 49 anos, quando Marcia tinha 20 anos. Eles namoravam desde cedo. De acordo com Marcia, eles eram um casal muito bonito, pareciam de cinema.

local: Brasil / Rio Grande Do Sul / Porto Alegre
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Família materna

Casamento da tia-irmã da mãe de Marcia, Leci. Atrás dos noivos estão os tios, irmãos da mãe dela. Marcia devia ter cerca de 4 anos de idade nessa fotografia. Ela tinha muito carinho pela tia Leci, que já é falecida.

período: Ano 1963
local: Brasil / Rio Grande Do Sul / Pelotas
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Mãe e filha

Marcia e sua mãe, Lígia, passeando no centro de Pelotas (RS). Ela tinha cerca de 3 anos de idade. Elas estavam passeando pelo centro e resolveram tirar uma fotografia com o fotógrafo que ficava na calçada e tirava fotos das pessoas. A mãe dela comentou que Marcia andava na rua e não parava de olhar para trás, até que perguntou “O que é que tu olha tanta pra trás?” e Marcia respondeu “Não se pode namorar, é?”. O vestido da mãe era marrom com flores beges.

período: Ano 1962
local: Brasil / Rio Grande Do Sul / Pelotas
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Nova Londrina

período: Ano 1952
imagem de: José Andreo Messa
história: Jose Andreo Messa
crédito: blog dos pioneiros
tipo: Fotografia

CCB de Nova Londrina

imagem de: José Andreo Messa
história: Jose Andreo Messa
crédito: blog dos pioneiros
tipo: Fotografia