fechar

A salvação dos judeus

Matilda Ben Avran e Avraham Ben Avran durante o Purim, tradicional festa judaica.

período: Ano 1950
local: Israel
imagem de: Avraham Ben Avran
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Panorama de Ópole

Área "nova" de Opole, com casario em primeiro plano (comércio embaixo e residência no alto) e igreja católica ao fundo. Parte das ruas da cidade, como esta, tinha piso de pedras. Esta parte da cidade era coabitada em harmonia por católicos e judeus. Apenas a cidade velha era realmente "judaica", que mais tarde passou a ser um gueto.

período: Ano 1920
local: Polónia / ópole
imagem de: Rosa Fajersztajn
crédito: Acervo pessoal
tipo: Fotografia

Raízes judaicas

Centro da parte judaica (cidade velha). As ruas eram de cascalho e, a cidade, pequena. As casas que se veem são, basicamente, de comércio (no térreo). A separação entre judeus e ""polacos"" não era total, tendo sido oficializada após a chegada dos alemães. A parte ""polaca"" ficava para a direita da foto a uns quarteirões (que não aparece). Posteriormente toda a área que se vê tornou-se um gueto (prisão), recebendo ainda judeus de outras cidades, inclusive Kazimir, cidade natal de Rosa e menor que Opole. Esta quintuplicou o número de habitantes.

período: Década 1930
local: Polónia / ópole
imagem de: Rosa Fajersztajn
crédito: Acervo pessoal
tipo: Fotografia

Camaradas poloneses!

A imensa maioria das família judias era muito ou razoavelmente religiosa, mas os jovens desta geração começavam a se aproximar das idéias e movimentos comunistas, sendo que muitos militaram efetivamente nestes. O namorado de Rosa, que não está na foto, logo foi preso pela polícia polonesa e a família de Rosa, temendo pela sua prisão, enviou-a para Varsóvia, onde assistiu o começo da guerra. Com exceção de Dona Rosa e do outros personagens citados, não se tem notícia sobre os outros, supondo-se que tenham morrido na guerra.

período: Ano 1935
local: Polónia / ópole
imagem de: Rosa Fajersztajn
crédito: Acervo pessoal
tipo: Fotografia

Conselho comunitário

Conselho comunitário da comunidade judaica em Opole, sem atribuições legais. Não era um conselho religioso. A placa está escrita em iídiche, dialeto dos judeus da Europa Oriental (próximo do Alemão), e em Hebraico. Apesar de viverem em um país com suas instâncias legais, os judeus poloneses tinham suas próprias instituições.

período: Ano 1930
local: Polónia / ópole
imagem de: Rosa Fajersztajn
crédito: Acervo pessoal
tipo: Fotografia