fechar

Ensaio Festa Junina ...Era 1960

personagem: Colegas do Colégio...
historia: Saudades de Santana - Caso II - Festa Junina :: Categoria: Nossos bairros, nossas vidas Autor(a): Mariza Leone Era 1960, eu estudava ainda no Colégio Vitor Viana que estava localizado lá na Rua Leite de Moraes, entre as ruas, Voluntários e Cruzeiros do Sul. Lembro-me muito dos professores: Neide Bavini Reis (irmã do cantor Sergio Reis), La Torre, Nicolau, Amauri, Vitória, entre outros. Alguns colegas que ficaram mais vivos na lembrança como: Sergio,Marina, Ana Maria Scandiuzzi, Alberto, Álvaro, Alzenir, Montserrat, Idelmo, Leda, Salete, Ângelo, Acir, Ana Maria Russo, Eugênia, e outros tantos que seria impossível lembrar o nome. Naquele tempo ainda não havia a "Estação do Metrô. Era mês de junho, as festas juninas eram muito concorridas. Os colégios pareciam competir para ver quem faria a melhor. Então nós do Colégio Vitor Viana, preparávamos a nossa. Seria realizada na quadra de esportes lá mesmo no colégio, apesar do frio intenso, pois naquele tempo havia inverno de verdade e era a "São Paulo da Garoa" , tão comentada. Eram contratados os sanfoneiros e músicos para o evento, decoração alegórica. O grupo da Quadrilha era muito grande, ensaiávamos todos os domingos à tarde, durante uns dois meses antes da festa. Na maioria, os participantes eram alunos do colégio. Todos muito motivados e entusiasmados para o dia da solenidade. Que alegria Além dos familiares dos alunos convidávamos os amigos como o Odair, Joãozinho, Fernando( do Bairro do Imirim), o Nelson, Toninho e Arnaldo, que trabalhavam na Padaria do Comércio, sobrinhos do Sr. Benjamim Ferreira , e também convidávamos claro, nossos namorados....claro Eu namorava com o José Luiz, portanto dançava a quadrilha com ele. Imaginem que ele mandou fazer um terno de "saco de linho" (aqueles em que se ensacavam cereais), que ficou muito chic e adequado para a ocasião, porém diferente dos demais componentes do grupo. Alugávamos uma Charrete para darmos voltas no Bairro (Ruas Voluntários, Alfredo Pujol {onde havia a linha do Trem de Ferro - Maria Fumaça}, Chemin Del Pra, Dr. César e novamente na Leite de Moraes ) com a noiva que "estava muito linda" e portava um buquê de couve-flor, a turma toda acompanhava o cortejo, soltando foguetes. O povo achava muito interessante e nos seguia. Chegando lá no Colégio, tudo muito organizado, realizava-se o "casamento", dançávamos a Quadrilha que era marcada com perfeição pelo Professor (não me recordo o nome) e depois era o Baile. A Ivone tirou foto dançando com o José Luiz, e eu que era a namorada não consegui, fiquei louca da vida, mas como éramos muito amigas não liguei. Ah Que saudade "Hoje chamamos de DJ, naquela época era "Encarregado do Som", depois do "casamento" e da dança da quadrinha, os músicos iam embora, então passávamos a usar o Toca Discos"(LPs). As músicas mais tocadas na época eram Besame Mucho com a Orquestra do Ray Connif, Celly Campello, músicas da Turma da Jovem Guarda , Nat King Cole, Orquestra Henry Jerome (Homem do Braço de Ouro), Lucho Gatica (boleros), Rock nRoll (Elvis e outros), etc. Havia comida típica de festas juninas com fartura, quentão, etc....Eh beleza Um detalhe muito importante era que as moças não podiam ir sozinhas, seus pais deveriam acompanhá-las, o que fazia com que a festa fosse muito respeitada pela comunidade do Bairro. Isto não quer dizer que não podíamos dar uns beijinhos (escondidos) nos namorados, porém na maior responsabilidade e respeito. Os vestidos caipiras eram muito elaborados, lindos Quem nos acompanhava nestas festas, eram nossas mães, a D. Luiza (mãe da Ivone), D.Maria (mãe da Marilene) e D. Ivêta (minha mãe) elas achavam muito bom participar de tanta alegria e porque não dizer...pureza Naquele tempo não havia uso de drogas, pelo menos em nosso ambiente, não chegava ao nosso conhecimento que algum de nós as usasse. O Bairro de Santana, foi berço de grandes celebridades artísticas, esportivas e políticas e religiosas, um exemplo, o famoso Padre Marcelo Rossi nasceu e morou na Rua Dr. César. Edifício Amambahí. Olhem existem muitas histórias interessantes para serem contadas, você que está lendo esta pobrezinha, que contei conte uma boa lembrança sua. Este site é magnífico. Até a próxima. marizaleone@yahoo.com.br

período: Ano 1960
local: / No Colégio Vitor Viana Em S.paulo
tipo: Fotografia

Ensaio da Família Borges para Novena de Natal

Família Borges: Telo, Solange e D. Maricota reunidos no ensaio para novena de natal. Belo Horizonte, MG - s.d.
personagem: Telo Borges (piano); de costas Solange Borges e D. Maricota Borges
historia: Todos os anos a família Borges se reúne no natal na casa de D. Maricota e S. Salomão. Segundo Solange a reunião da família nesta data se torna tão sagrada quanto o motivo da comemoração.

local: / Belo Horizonte, Mg
crédito: D. Maricota Borges
tipo: Fotografia

Fazendo samba

Sérgio Sales, Gileno Tiso, Bituca e Marcos de Castro durante ensaio do grupo Sambacana no Sítio Embirassu.

período: Ano 1964
local: / Contagem, Mg
crédito: Pacífico Mascarenhas
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Recordista em canções

Pacífico Mascarenhas no Sítio Embirassu, em ensaio do Sambacana, grupo pelo qual entrou para o livro dos recordes como o disco que possui mais músicas já produzido na história, com um total de 60 canções.

período: Ano 1964
local: / Contagem, Mg
crédito: Pacífico Mascarenhas
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Divulgando o show

Lô Borges posa para foto de divulgação de um de seus shows.

período: Ano 1979
local: / Belo Horizonte
crédito: Paula Castelo Branco
tipo: Fotografia

Pensando em música

Lô Borges posa durante sessão de fotos em estúdio.

período: Ano 1979
local: / Belo Horizonte, Mg
crédito: Cristiano Quintino
tipo: Fotografia

Por trás das músicas

Lô Borges e Beto Guedes ensaiando para um show. Parceiros desde o início de suas carreiras Lô e Beto já fizeram vários shows em parceria, além de discos e do lendário Clube da Esquina.1972 - "Clube da Esquina" seria lançado como disco de carreira de Milton Nascimento, mas o garoto Lô que já participava de discos do Milton, arrasou nesse. O álbum acabou saindo como Milton/Lô. Na verdade, temos o time completo aqui, o disco deveria ser assinado por uma banda, chamada Clube da Esquina. Tocando e cantando nesse disco temos Lô Borges, Beto Guedes, Toninho Horta, Rubinho, Wagner Tiso, Milton Nascimento, Tavito, Robertinho Silva, Luiz Alves, Nelson Angelo, Paulo Moura, Paulinho Braga, Luiz Gonzaga Jr, Eumir Deodato e Alaíde Costa.

período: Ano 1970
local: / Belo Horizonte, Mg
crédito: Lô Borges
tipo: Fotografia

Três cabeças pensam melhor que uma

Foto de divulgação do trabalho de Lô Borges.

período: Ano 1974
local: / Belo Horizonte, Mg
crédito: Paula Castelo Branco
tipo: Fotografia

O poeta e o vilão

Lô Borges durante ensaio em estúdio.

período: Ano 1974
local: / Belo Horizonte, Mg
crédito: Paula Castelo Branco
tipo: Fotografia

Posando pra câmera

Lô Borges posa para foto.

local: / Belo Horizonte, Mg
crédito: Eliana
tipo: Fotografia

Talento internacional

Rubinho Batera durante a passagem de som de um dos shows de Elba Ramalho, cantora a qual acompanhou.

período: Ano 1984
local: / Tókio, Japão
crédito: Rubens Moreira Filho
tipo: Fotografia

Ensaio

legenda: Paulinho Carvalho, Lô Borges, Milton Nascimento e Mário Castelo durante o ensaio para show apresentado no Parque das Mangabeiras. Belo Horizonte, MG - 2003.
personagem: Paulinho Carvalho, Lô Borges, Milton Nascimento e Mário Castelo.
historia: O baixista Paulinho Carvalho está presente na carreira da maioria dos músicos do Clube da Esquina. Em 1979, Lô Borges lança o álbum "A Via-Láctea". Paulinho participa de todas as musicas e compõe com o ator e diretor de teatro Rodrigo Leste a canção Olha o Bicho Livre. Em 1981 Lô Borges lança mais um bom disco, o "Nuvem Cigana". Paulinho Carvalho participa da gravação de todas as musica. Em 1982 acompanhou Wagner Tiso e Milton Nascimento no festival de Jazz de Montreux. Paulinho segue tocando com a maioria dos músicos do Clube da Esquina.

período: Ano 2003
local: / Belo Horizonte, Mg
crédito: Paula Castelo Branco
tipo: Fotografia

Ensaio informal

Lincoln Cheib, Telo Borges, Wilson Lopes e Milton Nascimento em um ensaio informal na casa de Milton.

período: Ano 2003
local: / Rio De Janeiro, Rj
história: O Clube do mundo
crédito: Acervo pessoal
tipo: Fotografia

O início de tudo

Primeiros ensaios fotográficos de Juvenal Pereira no Mercado Municipal de Belo Horizonte.

período: Ano 1965
local: / Belo Horizonte, Mg
imagem de: Juvenal Pereira
crédito: Humberto Carneiro
tipo: Fotografia

Aniversário de três anos

Foto em estúdio do terceiro aniversário de Cisele

período: Ano 1958
local: Brasil / São Paulo / São Paulo
imagem de: Cisele Ortiz
crédito: Studio Alois
tipo: Fotografia

Aniversário de quatro anos

Foto em estúdio do terceiro aniversário de Cisele

período: Ano 1959
local: Brasil / São Paulo / São Paulo
imagem de: Cisele Ortiz
crédito: Studio Alois
tipo: Fotografia