fechar

O dilúvio

Retrato de Jorge Fiod (sobrinho), Adib (irmão) e Romeu Fiod (em primeiro plano) durante a maior enchente ocorrida na zona cerealista.

período: Ano 1966
local: Brasil / São Paulo / São Paulo
imagem de: Romeu Fiod
crédito: Foto Reportagem Nippon (rua Oscar Cintra Gordinho,
tipo: Fotografia

Após a enchente

Romeu Fiod (ao centro) após a maior enchente ocorrida na zona cerealista, quando as águas do rio Tamanduateí chegaram a subir 1,80 metros de altura.

período: Ano 1966
local: Brasil / São Paulo / São Paulo
imagem de: Romeu Fiod
crédito: Foto Reportagem Nippon (rua Oscar Cintra Gordinho,
tipo: Fotografia

Nível da água da enchente

O espeto era a medida do nível da água. Essa situação sempre foi desesperadora, de se preparar para as chuvas

período: Ano 2013
crédito: Raphael Odebrecht de Souza
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Enchente

A enchente mais severa

período: Ano 2011
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Enchente

A enchente destruiu a cidade, inclusive o primeiro andar da casa

período: Ano 2013
crédito: Vizinho do depoente
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Prédio de histórias

Fachada do prédio da Companhia de Telecomunicações do Brasil Central (CTBC) na inauguração dos sistemas de DDD e DDI em Itumbiara. Coura conta que quase morreu nesse local devido a uma enchente: ele não havia visto que uma barra de madeira vinha em sua direção, mas um colega que estava do lado de dentro gritou que o objeto iria bater em suas costas, conseguindo escapar.

período: Ano 1979
local: Brasil / Goiás / Itumbiara
imagem de: João Batista Coura
história: Bodas de prata
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia