23/11/2021

AUSÊNCIAS

Personagem: Sonhadora 9Autor: Inventário de Sonhos

23/11/2021

O deserto

Personagem: Sonhadora 193Autor: Inventário de Sonhos

23/11/2021

(2 sonhos) O idoso

Personagem: Sonhadora 232Autor: Inventário de Sonhos

23/11/2021

Avião

Personagem: Sonhador 240Autor: Inventário de Sonhos

23/11/2021

tudo apagado e deserto

Personagem: Sonhadora 669Autor: Inventário de Sonhos

23/11/2021

Aprisionada

Personagem: Sonhadora 1271Autor: Inventário de Sonhos

fechar

Mar de Lara

Izabel Domingues

período: Ano 2014
local: Brasil / São Paulo / Cosmópolis
história: Mar de Lara
crédito: Stephanie Lauria
tipo: Fotografia

Mar de Lara

período: Ano 2014
local: Brasil / São Paulo / Cosmópolis
história: Mar de Lara
crédito: Stephanie Lauria
tipo: Fotografia

Mar de Lara

período: Ano 2014
local: Brasil / São Paulo / Cosmópolis
história: Mar de Lara
crédito: Stephanie Lauria
tipo: Fotografia

Mar de Lara

Izabel Domingues

período: Ano 2014
local: Brasil / São Paulo / Cosmópolis
história: Mar de Lara
crédito: Stephanie Lauria
tipo: Fotografia

Mar de Lara

período: Ano 2014
local: Brasil / São Paulo / Cosmópolis
história: Mar de Lara
crédito: Stephanie Lauria
tipo: Fotografia

Discurso inaugural

Rondon Pacheco ouvindo discurso durante inauguração da central automática da Companhia de Telecomunicações do Brasil Central (CTBC). Esq.-dir.: Wilson Ribeiro, Alexandrino Garcia, Rondon Pacheco, Afrânio Rodrigues da Cunha (prefeito) e Renato Calcanho (proprietário da fábrica de balas Princesinha).

período: Ano 1957
local: Brasil / Minas Gerais / Uberlândia
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Bases do ministro

Rondon e seus pais, Raulino e Nicolina, em almoço oferecido por Wilson, proprietário da Reimassas, uma casa de massas muito famosa na cidade. Na ocasião, Rondon era ministro da Casa Civil ou, como ele mesmo se definia, "o homem que levava aspirinas para o presidente tomar em momentos de crise."

período: Ano 1967
local: Brasil / Minas Gerais / Uberlândia
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Passado e futuro

Rondon Pacheco é cumprimentado por Milton Campos, amigo e ex-governador de Minas Gerais, na cerimônia de posse do governo.

período: Ano 1971
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Homens da política

Rondon, na época em que era governador de Minas Gerais, ao lado de general Alencastro, presidente da Telebrás.

imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Fiat em Minas

Adolfo Neves Martins da Costa, primeiro presidente da Fiat, mostra um motor de automóvel a Rondon Pacheco, governador de Minas Gerais, durante a inauguração da fábrica da Fiat. Rondon conta que trabalhou muito para conseguir trazer a fábrica para o estado.

período: Ano 1974
local: Brasil / Minas Gerais / Betim
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Transmitindo um legado

Rondon Pacheco junto aos seus dois netos, Adriana e Rondon.

período: Ano 1970
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Rondon, esperança de Minas

Rondon discursa na campanha dos senadores de Minas Gerais, em seu lançamento como governador do estado.

período: Ano 1970
local: Brasil / Minas Gerais / Viçosa
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Governador e primeira-dama

Rondon e Marina, sua esposa, posam no Palácio da Liberdade momentos antes de se encaminharem à recepção do governador do estado no Automóvel Clube de Minas Gerais. Rondon havia tomado posse naquele dia, tendo sido indicado pelo presidente Emílio Garrastazu Médici.

período: Ano 1971
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Confiança no governo

As professoras de Viçosa foram às ruas para receber Rondon Pacheco e os candidatos ao senado de Minas Gerais. Eles depositavam confiança no futuro governador, que teria de enfrentar a crise da falta de pagamento dos professores.

período: Ano 1970
local: Brasil / Minas Gerais / Viçosa
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Eletricidade para todos

Rondon Pacheco (presidente da ARENA), Emílio Garrastazu Médici (presidente da República) e Israel Pinheiro (governador de Minas Gerais) na inauguração da Usina Hidrelétrica de Volta Grande.

período: Ano 1970
local: Brasil / Minas Gerais / Volta Grande
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Tempo com a família

Rondon junto à esposa Marina e aos netos Rondon e Adriana na varanda de sua casa.

período: Ano 1970
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave: