23/11/2021

A amizade é a base de tudo

Personagem: Paulo VilaraAutor: Museu da Pessoa

23/11/2021

Ser o seu fio da meada

Personagem: Celso AdolfoAutor: Museu da Pessoa

23/11/2021

Alçando voô

Personagem: Hely RodriguesAutor: Museu da Pessoa

fechar

Turma do Levy

Os amigos de Márcio Borges, Joyce Brandão e Cássio James, parte da turma do Edifício Levy. O Edifício Levy fica situado na avenida Amazonas, no centro de Belo Horizonte. Neste local residia D. Maricota, S. Salomão e seus 11 Borges, que juntos com Bituca, Wagner Tiso e outros muitos amigos, viveram aventuras e sonhos e o princípio do grande movimento musical que surgiria alguns anos depois. Muitos destes acontecimentos estão descritos no livro “Os Sonhos Não Envelhecem” de Márcio Borges.

período: Ano 1965
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
crédito: Marcelo Ferrari
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Parceria de sucesso

Marcelo Ferrari, primeiro parceiro de Márcio Borges e membro do Evolussamba, grupo formado por Wagner Tiso, Marilton Borges e Milton Nascimento. O Evolussamba, grupo musical composto por Wagner Tiso, Marilton Borges, Marcelo Ferrari e Milton Nascimento, é fruto das amizades do edifício Levy e pode-se dizer que é uma semente do Clube da Esquina, pois foi através deste grupo que Milton Nascimento e Wagner Tiso conheceram os Borges através de Marilton.

período: Ano 1965
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia

Obras em mão

Márcio Borges posa para foto segurando seus escritos.

período: Ano 1984
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
crédito: Cristiano Quintino
tipo: Fotografia

Maria Minha Fé

Márcio Borges e Maria Amélia Boechat, amiga de infância e musa de Milton Nascimento na belíssima música “Maria Minha Fé”, destaque do disco Travessia (1967).

período: Ano 1994
local: Brasil / Minas Gerais / Três Pontas
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia

Gesto de carinho

Marilton Borges oferece, de brincadeira, uma flor ao amigo Cássio James, da turma do Levy

período: Ano 1963
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Violão e poesia

Fernando Brant e Milton Nascimento compondo juntos em um sítio.

período: Ano 1970
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
crédito: Fernando Brant
tipo: Fotografia

Turistando em Londres

Márcio Borges em frente ao Covent Garden.

período: Ano 1988
local: Reino Unido / Londres
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia

Trindade do talento

Toninho Horta e Ronaldo Bastos (com um rapaz não identificado) em estúdio de gravação. Juntos com os Borges, Milton Nascimento, Nelson Ângelo, Fernando Brant e Wagner Tiso, o mineiro Toninho Horta e o Carioca Ronaldo Bastos também são peça fundamental do Clube da Esquina, movimento que revolucionou e mostrou a música mineira para todo o mundo.

período: Ano 1979
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia

Talento em estúdio

Márcio Borges com o parceiro e compositor mineiro Tunai, à mesa de estúdio de gravação. Tunai é Mineiro de Ponte Nova. Teve as primeiras noções de piano com a mãe. Sua família era ligada à música, e praticamente todos os dez irmãos são ligados ao meio artístico, sendo João Bosco o irmão mais famoso. Aos 11 anos, Tunai chamou a atenção em um festival da escola, cantando bossa nova. Desde então não parou mais de se ligar à música, mesmo quase se formando em engenharia. Suas composições (a maioria em parceria com o letrista Sergio Natureza) já foram gravadas por Milton Nascimento, Emílio Santiago, Fagner, Gal Costa, Simone, Nana Caymmi e muitos outros. O primeiro sucesso foi "As Aparências Enganam" (com Sergio Natureza), grande êxito na voz de Elis Regina em 1979. No início da década de 80, depois de vários anos atuando com sucesso como compositor, gravou seu primeiro LP solo, "Todos os Tons", onde também cantava e tocava violão. Sua carreira como intérprete decolou, levando-o a shows por todo o Brasil, e a outros discos que se seguiram. Seus grandes sucessos foram "Frisson", "Eternamente", "Sintonia", "Sobrou pra Mim", "Olhos do Coração".

período: Ano 1980
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia

Sucesso internacional

Márcio Borges durante a viagem de lançamento do livro “Os Sonhos Não Envelhecem” no “Wha? Café”, espaço célebre por sediar o início de carreira do mago das guitarras Jimi Hendrix.

período: Ano 1997
local: Estados Unidos / Nova Iorque
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia

Reunião de amigos

Encontro de Cássio James, Marilton Borges e outros colegas do edifício Levy

local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Projeto Pixinguinha

Lô Borges, Laerte Vilar, Fernando Oly, Juarez Moreira e Márcio Borges (sem camisa) sentados em meio a um grupo de alunos de uma escola rural em uma comunidade cabocla na Floresta Amazônica. Criado em 1977, o Projeto Pixinguinha promove espetáculos nas capitais e grandes cidades do país, e já revelou nomes como Possi, Leila Pinheiro e Djavan. Interrompido em 1997, o projeto foi retomado algum tempo depois e incluirá artistas que já haviam sido selecionados mas não se apresentaram devido ao seu cancelamento, dentre eles Billy Blanco, Dona Ivone Lara, Jane Duboc, Jards Macalé, Joyce, Mário Adnet, Ná Ozetti, Sebastião Tapajós, Zé Renato, Época de Ouro e Nó em Pingo DÁgua.

período: Ano 1979
local: Brasil / Floresta Amazônica
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia

Por onde a gente passa é gol

(esq.dir) Jefferson Correia, Danilo Veiga sob Márcio Borges, Edgar, João Veiga, Tasso Borges e Gomide sob Bequinho, se preparando para uma partida de futebol na escola de Belas Artes da UFMG.

período: Ano 1963
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia

Parabéns para você!

Lô Borges e Flávio Venturini cantam na festa de aniversário de Márcio Borges.

período: Ano 2000
local: Brasil / Rio De Janeiro / Visconde De Mauá
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia

Os Sonhos Não Envelhecem

Márcio Borges com a esposa Cláudia Brandão na Bienal do Livro. Márcio, além de vigoroso compositor e poeta, é também escritor. Além do livro “Os Sonhos Não Envelhecem” escreveu também “Os Sete Falcões” (uma novela infanto-juvenil) e a tradução do livro de Paul McCartney “Black Bird Sing”.

período: Ano 2000
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia

Os patriarcas

Na fotografia estão S. Joel, pai do compositor, poeta e publicitário Murilo Antunes, e S. Salomão, ou Salim, como é carinhosamente chamado por D. Maricota, jornalista aposentado, pai dos 11 Borges que nasceram quase todos com talento para a música e para a literatura.

período: Ano 1998
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
crédito: Márcio Borges
tipo: Fotografia
Palavras-chave: