23/11/2021

Inspirando Ziraldo

Personagem: Moacyr ViggianoAutor: Museu da Pessoa

23/11/2021

De jornalismo cego não tem nada

Personagem: José de Castro SilveiraAutor: Museu da Pessoa

23/11/2021

Aprendendo a crescer

Personagem: Dorival StorariAutor: Museu da Pessoa

fechar

Viveiro de plantas

José Cunha visita um viveiro de plantas. Esq.-dir.: José Cunha, não identificado, Erling Lorentzen e André Calabi.

período: Ano 2000
local: Brasil / Espírito Santo / Aracruz
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Visita do governador

José Cunha (à direita) recebe Marcello Alencar, governador do Rio de Janeiro, em visita ao BNDES.

período: Ano 1992
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Vinho e valores

Jantar da turma que participava do curso promovido pela Bolsa de Valores do Rio de Janeiro. Na fotografia estão Raimunda, Lula, José Cunha, Gastaldoni, Luciano, não identificado e Fábio Sotelino.

período: Ano 1999
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Semeando o futuro

José Cunha planta uma muda de pau-brasil em um canteiro enquanto é observado por Murilo Passos e Ademar Magon, do Bahia Sul.

período: Ano 2000
local: Brasil / Bahia
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Posse e abraços

Marcos Vianna cumprimenta José Cunha em sua posse como vice-presidente do BNDES.

período: Ano 1994
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Posse e abraços

José Cunha é abraçado nodia de sua posse como vice-presidente do BNDES. Na fotografia estão Reginaldo Treiger, José Alves e Elena Landau.

período: Ano 1994
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Os presidentes

José Cunha, ao lado de Pérsio Arida, em sua posse como vice-presidente do BNDES.

período: Ano 1994
local: Brasil / Rio De Janeiro / Rio De Janeiro
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Jantar no barco

José Cunha, Ivone Saraiva, Fernando Marins e Alberto Pecci se reúnem no encontro dos rios Negro e Solimões, em viagem à Manaus.

período: Ano 1998
local: Brasil / Amazonas
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Discurso inaugural

Rondon Pacheco ouvindo discurso durante inauguração da central automática da Companhia de Telecomunicações do Brasil Central (CTBC). Esq.-dir.: Wilson Ribeiro, Alexandrino Garcia, Rondon Pacheco, Afrânio Rodrigues da Cunha (prefeito) e Renato Calcanho (proprietário da fábrica de balas Princesinha).

período: Ano 1957
local: Brasil / Minas Gerais / Uberlândia
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Bases do ministro

Rondon e seus pais, Raulino e Nicolina, em almoço oferecido por Wilson, proprietário da Reimassas, uma casa de massas muito famosa na cidade. Na ocasião, Rondon era ministro da Casa Civil ou, como ele mesmo se definia, "o homem que levava aspirinas para o presidente tomar em momentos de crise."

período: Ano 1967
local: Brasil / Minas Gerais / Uberlândia
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Passado e futuro

Rondon Pacheco é cumprimentado por Milton Campos, amigo e ex-governador de Minas Gerais, na cerimônia de posse do governo.

período: Ano 1971
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Homens da política

Rondon, na época em que era governador de Minas Gerais, ao lado de general Alencastro, presidente da Telebrás.

imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Fiat em Minas

Adolfo Neves Martins da Costa, primeiro presidente da Fiat, mostra um motor de automóvel a Rondon Pacheco, governador de Minas Gerais, durante a inauguração da fábrica da Fiat. Rondon conta que trabalhou muito para conseguir trazer a fábrica para o estado.

período: Ano 1974
local: Brasil / Minas Gerais / Betim
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Transmitindo um legado

Rondon Pacheco junto aos seus dois netos, Adriana e Rondon.

período: Ano 1970
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia
Palavras-chave:

Rondon, esperança de Minas

Rondon discursa na campanha dos senadores de Minas Gerais, em seu lançamento como governador do estado.

período: Ano 1970
local: Brasil / Minas Gerais / Viçosa
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Governador e primeira-dama

Rondon e Marina, sua esposa, posam no Palácio da Liberdade momentos antes de se encaminharem à recepção do governador do estado no Automóvel Clube de Minas Gerais. Rondon havia tomado posse naquele dia, tendo sido indicado pelo presidente Emílio Garrastazu Médici.

período: Ano 1971
local: Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
imagem de: Rondon Pacheco
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia