Ano 2014

Costurando histórias

data (ou período): Ano 2014 Imagem de:Helynito José Nallin

Ano 2014

Costurando histórias

data (ou período): Ano 2014 Imagem de:Helynito José Nallin

Década 1970

Time da Lagoa

data (ou período): Década 1970 Imagem de:Donato Pereira da Silva Neto

Década 1980

Salgados para todos

data (ou período): Década 1980 Imagem de:Donato Pereira da Silva Neto

Década 1990

Escola da Lagoa

data (ou período): Década 1990 Imagem de:Donato Pereira da Silva Neto

Década 1990

Filho formado

data (ou período): Década 1990 Imagem de:Donato Pereira da Silva Neto

Década 2000

Casamento da caçula

data (ou período): Década 2000 Imagem de:Ildeu de Araújo Caldas

Década 1990

Formando lindo da mãe

data (ou período): Década 1990 Imagem de:Ildeu de Araújo Caldas

Década 1990

Passagem de ramo

data (ou período): Década 1990 Imagem de:Ildeu de Araújo Caldas

Década 1990

Quieta até o flash

data (ou período): Década 1990 Imagem de:Ildeu de Araújo Caldas

Ano 2002

Olhar da Comunidade

data (ou período): Ano 2002 Imagem de:Ildeu de Araújo Caldas

Década 1999

O caçula

data (ou período): Década 1999 Imagem de:Ildeu de Araújo Caldas

Ano 2008

Edgard e Fátima, companheira desde 1965

data (ou período): Ano 2008 Imagem de:Edgard Martins

fechar

Costurando histórias

Nito Nallin em sua alfaiataria

período: Ano 2014
local: Brasil / São Paulo / Cosmópolis
crédito: Stephanie Lauria
tipo: Fotografia

Costurando Histórias - Da Alfaiataria ao Futebol

período: Ano 2014
local: Brasil / São Paulo / Cosmópolis
crédito: Stephanie Lauria
tipo: Fotografia

Costurando Histórias - Da Alfaiataria ao Futebol

período: Ano 2014
local: Brasil / São Paulo / Cosmópolis
crédito: Stephanie Lauria
tipo: Fotografia

Costurando histórias

período: Ano 2014
local: Brasil / São Paulo / Cosmópolis
crédito: Stephanie Lauria
tipo: Fotografia

Costurando Histórias - Da Alfaiataria ao Futebol

período: Ano 2014
local: Brasil / São Paulo / Cosmópolis
crédito: Stephanie Lauria
tipo: Fotografia

Time da Lagoa

Donato conta que um partido político prometeu o campo na Lagoa se ganhasse. Mas ele perdeu, e como naquela época a palavra valia, o pessoal correu atrás, eles tiveram que fazer o campo, que foi batizado de Antônio Pereira da Silva, o nome do seu pai. Ele lembra que o time da Lagoa era formado pelo seu pai Antônio, por Paulinho Pereira, Feliciço, Lução Leiteiro e Zequinha Pinheiro. Esses 5, podia ter o jogo que tivesse, as primeiras camisas eram deles, aí se sobrasse ia para os outros membros da comunidade que quisessem jogar. Donato diz que o time era muito unido, mas esses cinco nomes sempre mandavam.

período: Década 1970
local: Brasil / Minas Gerais / Paracatu
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Salgados para todos

Donato conta que a comunidade comemorava festas de São João, Santo Antônio, Nossa Senhora da Abadia e Nossa Senhora de Santana, e que a festa de Santo Antônio durava 13 noites e a de São João 9, acompanhadas de música tocada no violão. Ele lembra que a comida geralmente se fazia em casa e levava para a igreja, para vender nas barraquinhas para o povo, após a novena, após a procissão e a missa, dar o lanche para o pessoal. Na imagem era uma festa de São João e Donato aproveitava os quitutes antes de irem para a venda.

período: Década 1980
local: Brasil / Minas Gerais / Paracatu
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Escola da Lagoa

A escola da região se chamava Graciano Calcado e só existia ela, então todas as crianças da região e entorno precisavam se deslocar para estudar nela. Depois, para homenagear uma professora muito importante, o colégio mudou de nome para Maria Trindade Rodrigues. Donato conta que a escola era toda aberta antes e não tinha banheiro. Ele lembra que tinha um pé de manga bem no meio do pátio, onde o pessoal brincava na hora do recreio, enquanto ele ficava sentado, porque não andava muito. Na época dessa foto ele já era adolescente e não estudava mais ali.

período: Década 1990
local: Brasil / Minas Gerais / Paracatu
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Filho formado

Donato se formou em técnico em Contabilidade. No dia da formatura, sua mãe, D. Santinha, estava muito orgulhosa do rapaz. Ele mesmo estava muito contente por ter conseguido se formar, principalmente porque ele conta que quando era pequeno teve dificuldades para estudar, precisou morar um período com os padrinhos, Antônio e Dininha, em Paracatu, para facilitar a sua locomoção até à escola.

período: Década 1990
local: Brasil / Minas Gerais / Paracatu
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Casamento da caçula

Foto do casamento da filha caçula, Mireli. Ela tinha 17 anos na época e a cerimônia foi na roça, lá na Fazenda da família do noivo, Eder. Na foto, além dos noivos, estão os pais do rapaz, os noivos e o Sr. Ildeu e D. Alaíde, pais da moça. A mãe conta que foi Ildeu que pagou a festa e que foi uma comemoração gostosa que virou a noite.

período: Década 2000
local: Brasil / Minas Gerais / Paracatu
história: Raiz da comunidade
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Formando lindo da mãe

Alessandro, 2º filho de Ildeu, estava com 10 anos na época desta foto tirada no colégio Maria Trindade Rodrigues, quando ele se formou no Ensino Fundamental I. Alaíde, a mãe, conta que o menino está com essa cara porque não queria usar essa roupa, provavelmente porque os outros garotos deviam estar fazendo piadinhas do menino na hora da foto, mas que mesmo assim ele está lindo.

período: Década 1990
local: Brasil / Minas Gerais / Paracatu
história: Raiz da comunidade
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Passagem de ramo

Alaíde, esposa de Ildeu, foi “festeira”, como eles chamam quem se envolve com a organização da Festa de Santa Cruz. Na imagem, ela está de branco, recebendo o “ramo”, um dos costumes das festas que indica que no ano seguinte, quem recebeu o ramo, precisará cuidar dos preparativos da festa do próximo ano. O homem de chapéu é Nizinho, um colega da família e Geraldo era quem estava entregando o ramo. Isso aconteceu na igreja da comunidade de Santa Rita.

período: Década 1990
local: Brasil / Minas Gerais / Paracatu
história: Raiz da comunidade
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Quieta até o flash

Na imagem estão os filhos de Ildeu, Alessandro, Mireli e Alcieli. Era uma reza de Santa Rita e eles costumavam ficar quietos, mas a caçula, que está no meio, era bem chorona. Até a hora da foto ela estava obediente, foi só disparar o flash, a garota começou a berrar e D. Alaíde, a mãe, teve que correr para acudir, senão, ninguém conseguiria mais continuar as rezas.

período: Década 1990
local: Brasil / Minas Gerais / Paracatu
história: Raiz da comunidade
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Olhar da Comunidade

Ildeu deu um depoimento para o jornal “Integrando” da empresa Kinross, em que ele conta sobre o costume da festa de Santa Cruz que acontece na Comunidade de Santa Rita. Ele conta que a equipe da Click Filmes de Paracatu foi até a sua fazenda para fazer umas fotos que depois foram publicadas no periódico (Ano 4 - Número 14).

período: Ano 2002
local: Brasil / Minas Gerais / Paracatu
história: Raiz da comunidade
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Documento

O caçula

Fernando, filho caçula, estava com 8 anos. Ele nasceu em março de 1991. Hoje ele é pai do Isaque, o neto mais novo de Ildeu e Alaíde. Foto tirada na escola Maria Trindade Rodrigues onde estudava na época. D. Alaíde conta que foi o fotógrafo que pôs essa roupa no menino para tirar a fotografia, que era uma daquelas em que os fotógrafos iam até o colégio, tiravam e depois vendiam para os pais.

período: Década 1999
local: Brasil / Minas Gerais / Paracatu
história: Raiz da comunidade
crédito: Acervo Pessoal
tipo: Fotografia

Edgard e Fátima, companheira desde 1965

Na Foto o casal Edgard Martins e Maria de Fátima Martucci Martins

período: Ano 2008
local: Brasil / São Paulo / São Paulo
imagem de: Edgard Martins
crédito: Acervo de Edgard Martins (Vô ED)
tipo: Fotografia
Palavras-chave: